A Morte De Míster Stay

A Morte De Míster Stay

A Morte De Míster Stay 1

A morte de míster Stay é uma radionovela emitida em janeiro de 1926, na Rádio Ibérica. Surgiu como uma alternativa ao modelo de lazer, em vigência pela data em que as rádios do domínio português. Esta novela radiofônica se estruturava como um concurso literário que apresentava um novo estímulo para os ouvintes. Nos anos 20, esse programa ” piloto de rádio era incomum, porque, poucos anos antes, havia nascido a rádio em Portugal.

O programa começava com a exibição do caso: A morte de míster Stay e cuja solução deveria ser encontrada pelos próprios ouvintes. A pessoa que resolvia o crime obtinha uma recompensa no valor de 500 pesetas. A participação do público representa um novo paradigma pros meios de comunicação.

  • Bebidas Com Café E Muito Açúcar
  • Aeróbica – 1.5/três
  • são cheias de sais minerais-mais-de-1-500 mg/l
  • Vence Felix Potinko por NOCAUTE no segundo assalto (3 de janeiro de 1925)
  • 4 4. Mais sabor, sem introduzir mais calorias
  • Oxigênio e suporte respiratório
  • 9 Transporte terrestre interestadual

A duração da radiação da morte de míster Stay foi de 2 meses em que foram emitidas 9 programas. Durante este tempo, os ouvintes tinham que definir os diversos enigmas e, por conseguinte, doar com a solução para o crime. A solução do quebra-cabeça devia ser enviados por carta pra revista impressa de Rádio Ibérica.

contabilizou mais de 5 000 cartas, entretanto apenas de 137 pessoas conseguiram definir a autoria do homicídio. A radionovela foi publicada de forma simultânea pela revista TSH. Mas o autor ou autora do texto ainda é desconhecido. Esta obra caracteriza-se pela ausência de efeitos sonoros que acompanham o diálogo dos personagens.

Míster Stay vivia em uma quinta de recreio, próxima ao povo Pelham, a poucas milhas de Londres. Sua servidão elimina-se a uma velha cozinheira e um jovem fedelho.”. O assassinato de míster Stay ocorreu depois da hora do almoço quando retirou-se pro lugar de fumar onde eu costumava dormir a sesta. Mas Stay apareceu falecido atrás da porta da sala do bilhar com um ferimento de bala em teu coração. Isso despertou sua morte, estivesse sujeita a circunstâncias estranhas, porque ninguém viu nem ao menos ouviu nada logo de início. Em torno da trama aparecem personagens relacionados com o caso e que ajudarão a clarificar as incógnitas do evento, como seu servo ou a tua cozinheira.

O detetive encarregado de elucidar o assassinato do ousado e excêntrico protagonista principal é John Brow. Quando se fala de radionovelas pela rádio a toda a hora se vai a imaginação, As aventuras de uma parisien em Madrid, porém não foi a primeira nem a última. Esta radionovela tem um amplo peso na História do rádio. ↑ Ventín, Gemma (23 de fevereiro de 2016). “Laboratório Sonoro – Era o início da carreira”. ↑ Martín Alonso-Romo, Luís (2005). “A LITERATURA NO NACIMIMIENTO DE RÁDIO NO BRASIL: PRIMEIRAS AGENDAS (1924-1926)”. Universidade COMPLUTENSE DE MADRID. ↑ GEMMA SARA VENTÍN. “”As aventuras de uma parisién em Madrid” versus “A morte de Mister Stay””.

As teorias citadas destacam os estilos educacionais da ligação enfermeiro/paciente, no momento em que colocados, como meta do cuidado, encorajar a inteligência das pessoas para assumir, dentro de suas possibilidades, o controle do próprio tratamento. Para atingir este intuito, é importante que os enfermeiros conheçam o conhecimento do paciente a respeito da doença e o tratamento, tal como os seus modos de afrontar os grandes modificações provenientes da doença. Nesse sentido, alguns estudos que investiguem a experiência subjetiva dos pacientes conseguem cooperar os profissionais de saúde a se aproximar da realidade que eles vivem, permitindo melhor compreensão sobre as necessidades de cada um. O propósito do estudo foi dominar os significados da DP, de acordo com a experiência vivida por pacientes portadores de IRC.

Foram conduzidas entrevistas com pacientes em DP, obtendo-se suas histórias sobre o assunto como é viver essa experiência. O segredo fenomenológico, inspirado pela fenomenologia hermenêutica de Paul Ricouer(15), foi utilizado pra interpretar as histórias, consideradas como textos. O recurso se desenvolve em três fases: a leitura ingênua, a observação estrutural e a análise reflexiva do texto. Esses procedimentos constituíram um movimento dialético entre o todo e as partes do texto e entre a narrativa e o entendimento do mesmo(16). O questão da análise dos textos não foi o que os textos diziam, porém aquilo que o membro comentou sobre o motivo primordial de sua experiência.